Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]


(Fonte: Google Imagens )

Tenho uma melhor amiga chamada Regina, eu vou na casa dela quase todos os dias.

Descobri recentemente que ela tem uma certa inveja de mim, seus pais brigam comigo por eu ter um estilo digamos, nada convencional. Hoje vi ela com a minha calça jeans, a minha favorita com um rasgo no joelho...

Convidei ela para ir na minha casa, sabia que minha mãe tinha saído então não ia ter mal de assistirmos um pouco e fazermos pipoca. Iria ser bem rápido, sem tanta bagunça. Rápido...

Entramos em minha casa e ela se sentou no sofá ligando a televisão em um canal qualquer, me dirigi a cozinha com a desculpa de que estava com muita sede.

Falei para ela que seria bem melhor assistirmos com as portas e janelas fechadas. Ela concordou.

Fui a cozinha, minha melhor faca. Não sei por que, mas sou bem apegada a uma faca média do cabo vermelho que usamos geralmente para cortar carne... hoje ela terá um uso diferente.

Enquanto minha amiga assiste, me aproximo devagar por trás do sofá, ela não me escuta, desde que me entendo como gente eu sempre gostei de qualquer coisa que envolvesse terror. Sou muito boa em não fazer barulhos.

Minha adrenalina está subindo, eu consigo sentir perfeitamente. Me aproximo lentamente, a vontade de sorrir me domina, meu cabelo cai parcialmente sobre meu rosto, controlo minha respiração afim de não fazer ruídos indesejados. Só eu e ela. Só eu, ela e uma linda faca.

Sorrio, ela escuta e olha para trás, seus olhos se arregalam. Isso me dá uma ótima sensação, me faz ansiar por mais e mais.

Ela me olha e posso ouvir ela implorar para eu parar. Ergo a faca em sua direção, escutando seu choro. Ah que maravilha de sentimento. Dou a volta no sofá, agora estou de frente para ela, ela se senta novamente chorando e implorando para eu parar.

Até que... Ela faz xixi nas calças...

Eu olhei para aquela situação e não me aguentei, comecei a rir e ela chorou mais ainda.

Guardei minha linda faca e abri as portas e janelas, minha missão estava cumprida, agora ela não vai mais usar minhas coisas sem minha permissão.

***

*Nota final: Essa creepy funny, na verdade não é bem só uma creepy. Acreditem ou não isso realmente aconteceu, e a doida da faca era euzinha. Acho esse dia bem engraçado mas a minha amiga não achou (não sei por que). Infelizmente ela parou de falar comigo, imagina, logo eu esse amorzinho de pessoa!

Escrito por: Camila Cruz
De: Não Entre Aqui

Um comentário:

  1. Hahaha que demais! É uma ótima sugestão, acho que vou adotar esse método também :D

    ResponderExcluir

Bottom Ad [Post Page]